Visualizações de páginas da semana passada

sábado, 29 de dezembro de 2012

Fé...


Existe um longo caminho que pulsa na alma para ser percorrido...
Mas sem ânsia cada gota encherá o mar do coração...
Cada raio de luz dissipará aflições quando o abnegado for lembrado...
O percurso apesar de longo parecerá breve e até agradável na medida que a paz do céu for apaziguando teu ser...
A estrada espessa, cheio de espinhos e armadilhas nada mais é o caminho para o chão liso e terno...
Irá haver chuvas, até trovões, muitas vezes o barco vai parecer que está afundando...
Mas tudo isso é apenas um elo motivador para que não sucumbas...
Cada um tem uma média de tempo para chegar até o final do percurso mas a partir do momento
que o aconchego da fé  sorrir, irás desobstruir os empecilhos do caminho...
O tempo que for será o necessário para o bom aprendizado!
Uma única afirmação, no princípio e  tanto quanto no fim; A fé move montanhas!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Na flor que pousa caída...
No coração desmentido, chorososo...
Ah coração redundante e cálido...
Partido da vida, insano e vadiu...
Cansado de nunca amar, arrediu com o Deus interior...
Musical, não! Gritante e irritante como a impaciência da juventude...
Sem juízo no aprendizado, e doce como a chuva lúcida do querer amadurecer!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ciclo anti-cíclico!



Não andes próximo ao desespero que é uma droga para alma...
Ande lúcido como as flores cálidas e brilhante como o sol renovador...
Se aquete no que pode no momento sem sofrimento e desconsolo...
A fé é presença constante que nos faz caminhar...
Agarre o que esteja a seu alcance e com carinho cultive o desapego...
Tudo passa, a vida não é cíclica...
Cada coisa te olha da maneira que precisa ser vista...
Abrace quem te ama, com palavras e companhias...
Não tenhas medo do amor que reside no peito...
Mas tenha medo se sentir medo do descontrole...
Porque que ama não perde o equilíbrio...
Respira fundo, tome suas rédeas e siga contente beijando apenas a energia que se consagra...
Sabe, bem sei que a vida parece exigente, na verdade ela é, mas quem não precisa de disciplina?
Esperança é um atributo da fé, olha pra si e veja sua esperança!
No mais, encontre paz no seu próprio consolo, não fique dependente das suas próprias carências!
Ninguém está sozinho neste mundo, os invisíveis são vistos pelo coração!
O coração é o melhor espelho da alma!
Ó, não se deprima com o que ainda não alcançou, concentre-se em ver as coisas boas das que te incomoda!
E depois quem somos nós para dizer que é muito tempo no sofrimento?
Teremos séculos, milênios de sofrimentos pela frente e nem sabemos que é uma centelha de sofrimento o que vivemos no momento...
Vamos ter coragem trabalhadores do bem... ergam a cabeça, temos muito pela frente, o que são os arranhões dos que ainda se encontram em caminhos tortuosos?
Onde está a humildade e caridade para com quem os humilha?
Somos instrumentos, por isso estamos aqui...
Não te inquietes pela posse de coisas vãs e sim, sim e mil vezes sim, se emocione por sentir o coração pulsar mais uma vez por outra alma...
E te acalantes em poder sentir imensa coisa, que já é uma coisa boa...

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Bom dia !

A sensibilidade da flor, o cheiro da brisa, o céu azul, o caminho das árvores...
A vida, o estar vivo, sentir a respiração pulsando nas veias... vivendo cada dia e sentindo-se mais vivo!
Todos os dias, preste atenção como você vive, você já olhou o céu hoje? Já parou para escutar os pássaros? Existe um mundo que te cria e mantém, você nunca reparou que ele existe?
Mesmo que a tristeza esteja guardada no teu peito, já é uma alegria perceber que faz parte da natureza!O sofrimento se torna escasso ou prazeroso até, quando se olha o mundo de maneira diferente...
As pessoas podem parecer fora do padrão natural, da beleza constante, faço referência a beleza da alma,  mas nem a natureza é perfeita, viu a asa da borboleta como é torta, o bico do passarinho inclinado, a orelha do cachorrinho maior que a outra? Não, a natureza não é perfeita, ela está em evolução tanto quanto nós! Ao invés de só olhar as coisas por um ângulo, tente observar a vanguarda de coisas especiais!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Um conto de desabafo ou um desabafo no conto?

 O sino toca, apitando o coração e ao mesmo tempo as nuvens se recolhem para a aurora da amanhã. O coração pulsa despreparado no acelerar do dia, que nos seu percurso passa muito rápido. Ao levantar os olhos o teto em branco... ao contrário da mente, ao lado direito um móvel robusto onde se coloca livros, no entanto os livros estão ao chão, cansados de nunca serem lidos. Logo a esquerda o braço que dói e a boca que abre sonolentamente. A entrada é bem na sua frente, ou é a saída? Talvez a monotonia do dia com apenas duas funções fosse mais vibrante que a própria porta mas a porta escassa e escura em sua frente tem mais funcionalidade nesse momento e mais movimento, não aquele retilíneo mas o inclinado pra trás ou para frente... a vida segue no único fluxo e parece que tudo independe dos pés que se depara com o chão que seguem direto para o banheiro, onde o espelho é a própria alma cálida e a pele antes alva se torna opaca de insatisfação... um único retrato pode-se ver, o da mente! E segue indiferente mesmo a esperar mudanças do próprio âmago. As seis da manhã resolve se vestir como se deve para a sociedade ignóbil... desdentada de sorrisos, na manhã fria com a mente fervendo, ela se deleita a abrir agora a porta da rua, aquela que parece só existir saída porque a chegada é uma eternidade...          
                                                                                                                               

domingo, 9 de dezembro de 2012

Na lateral do sol, no retorno ao ''eu'', na tarde que toca os olhos, na luz que enobrece o coração, na purificação ...

O sol retorna, retorna sol de minha alma na luz, retorna...
Retorna o corpo, retorna o peito, o choro da vida...
Retorna o sofrimento a dor que faz corroer a alma...
Retorna o amor, o prazer e a letra...
Retorna a sensualidade, a paixão..
Retorna as expectativas, a vida dentro do peito...
Retorna o brilho algoz do nada ter tido...
Retorna do mundo perdido, ardido, mesquinho...
Retorna da luz, da sua tela nua, feroz...
Retorna da rivalidade, da maldade, retorna a luz...
Retorna por favor a ser o que era antes, a alegria vibrante....
Um grito para mundo ouvir, um grito calado, de peito aberto tentando um verso menos escuro ...
Um retorno a si mesmo , tão só, na triste escuridão que procura o raio de sol...
Um retorno de sofrimento, doendo, perdendo...
Retorno despedaçado como a rosa cálida, caída na espiga do senhor...
Retorno que pede um adeus ou talvez um raio de sol que raiou
Retorna-se, mais uma vez a reencarnar... um sopro que brotou...
Até que o retorno menos usual dos  versos seja o retorno mais iluminado ...
Onde a rima se encontra com a poesia e a emoção que faz as lágrimas no escrito se tornar realmente um alívio no retorno a Deus e tudo se resolve...





segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Paciência de borboleta!

Espera, o que a de vir sempre virá...
Acalma a alma, o ensejo do bem  sempre acontece...
Não mantenha-te em desalento se o hoje é monótono...
O amanhã sempre é alcançado, esperança...
Progride com fé, a beleza da natureza humana também existe...
Nem sempre é agradável a labuta do cotidiano...
Mas resigna-te além de esforçar-te para melhorar a situação...
O vazio pode tomar o peito, mas pra quê tantas preocupações materiais...
O que é de César, será sempre de César...
Tudo é passageiro, o aprendizado ocorre devagar, espere a si próprio...
Não se atropele com a ânsia, a evolução é mesmo lenta, um passo de cada vez...
No momento certo, o conhecimento intelectual, moral brilhará...
As borboletas não falam mas voam...
Voam sem ânsia de serem escutadas...
Sejamos como as borboletas...


domingo, 2 de dezembro de 2012

Na distância...

Na distância... um céu imenso, nuvens a bordar os olhos, um suspirar de fuga e ainda  assim o céu imenso se conserva...na distância, na distância envolvente... o clarão na tela do peito, a luz aparece, se faz presente mas a impaciência com a escuridão, com o aguardar que o sol amanheça...se  faz presente na vida...vida espectadora de desejos, vida imensa, vida breve, vivaz! Vida é o ''eu'',  no meu, no teu, em nós uma coragem, uma força, um  equilíbrio, um brilho feroz, uma luz... e assim de vilões algozes... de inverno, um verão... de espinhos, as flores, de ansiedade, paciência e de solidão, um amor!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Positividade!

Quem sabe uma nova caminhada ou um navio a navegar, quem sabe um avião decolando, uma esperança nascendo, uma visão evoluindo, um coração cedendo e um olhar mais carinhoso consigo mesmo.
Quem sabe o amor próprio reine mais, quem sabe se proporcionar paz...
Não sei bem certo, no entanto o mar é grande, o céu conforta...
As lágrimas é intuição...um futuro, mesmo ainda na tristeza, um futuro mais certo, coisas melhores virão...
Um agradecimento! Uma sensação boa, um alívio, viveremos assim! bem... porque esse crescimento não tem como esvair...Obrigada!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Esperança!

Acalma-te, a trajetória parece longa mas é muito curta...
Sossegue a alma com a esperança de um futuro melhor...
Continue no esforço bruto de melhorar-se...
...Não se desespere pelas próprias imperfeições...
Cada coisa tem seu devido valor, aprender é uma tarefa difícil...
Um pouco hoje, um pouco mais amanhã e depois mais um pouco até chegarmos a perfeição...
O esforço já dá alento, se contente com o que pode se doutrinando para um grande voo...
Sem ânsia, não dê espaço para o vazio do peito...
A vida parece um embaralhado de situações desagradáveis, bem o sei...
No entanto o sofrimento é o prazer de amanhã...
Mas apesar de se sentir desolado(a), tenhas ainda esperança em Deus e em você...
Você pode evoluir, apenas se ame e respeite os seus limites...
O erro só nos ensina, paciência nas tarefas repetitivas...
Quanto a dor no peito resolver se aproximar...
Mande está ânsia ao vento e ore com fervor ao pai para ele te dá um pouco de paz interior...
E lembre-se a vida não é composta apenas de mil alfinetadas...
Busque e valorize o que tem, se dê o direito de sentir prazer com algo, sempre!
Porque é cuidando primeiro de nós que mudaremos o mundo!



domingo, 28 de outubro de 2012

Praticar uma só coisa no qual achamos certo é mais eficaz do que dizer duas coisas e nada praticar!



''Tão pequeninos somos, como um grão de areia se comparado com a imensa bondade do pai, curvamo-nos assim ao nosso interior para a meditação e correção dos nosso erros. Que tenhamos força na labuta de cada dia, anti o material que nos incomoda e que nos insatisfaz, que possamos ver cada situação como um cargo de responsabilidade em nossa vida. Usemos assim, da oportunidade reveladora para nos resguardar na resignação e no lampejo ao bem para todas as criaturas''!

Se libere da vida!


Aprisionados no mundo material e em suas necessidades...
Como flor sem beleza no galho, ô Ironia!

Mas suntuoso sorriso não pode reclamar quiça mudará aqui mesmo!

O sol poderá dentro de nós renascer, nesta rocha intrigante...
E quando a beleza simples se tornar visível...
O recinto se embelezará com naturalidade...
Porque a paz das  flores e o colorido das borboletas só posam em corações puros!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Resignação!

Se algum desconforto te abater, silencia a alma, não se inquiete diante das dificuldades...
Se alguma tristeza querer ter espaço, combata antes que ela tome seu coração...
Mesmo com tanta dor e desânimo, mesmo com tanto sofrimento, lute!

Se alguém te enganar, te magoar, perdoa, não fique com mágoa...
Se a humanidade for demoníaca, perdoe, ninguém tem o conhecimento que você...
Mesmo com tanto desmazelo, não desacredite em você mesmo, ame-se!

Se alguém gritar com você, ainda sim tenha paciência, ninguém é perfeito...
Se alguém te fez mal, e se esse alguém é quem mais ama, lembra-te, colhemos o que plantamos...
Mesmo com tanta angústia, perdoe, as vezes as causas dos males estão em séculos atrás!

Se alguma coisa te incomodar, tente ver as coisas que não incomodam...
Se algum mal te atingir, retribua com o bem, não somos coitados...
Mesmo se não se sentir amado, continue amando, o antígeno da tristeza, é ajudar quem está mais triste!

Não percas tempo em vibrações negativas, ajude para ser auxiliado! A vida não é o lixo que você imagina pois em meio de tantas coisas pérfidas ainda existe uma luz! Que Deus te abençoe!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Por um espírito encarnado; triste mas esperançoso!


Uma tosse se coloca pra fora...
Uma música se coloca pra dentro...
Uma busca se coloca pro mundo...
Uma lágrima se coloca pros olhos...
A face da vida...
Viver, é colher e estar colhendo o que se planta...
é ser a própria árvore interior...
Quando evoluída produz frutos e quando imperfeita fica estéril...
Um cálice, um cálice de amor, de ternura e compreensão...
Um gole de paciência e respeito ao outro...
Uma gota de solidariedade...
Cada um tem suas estações climáticas que favorecem a sua alma...
Crescemos e evoluímos segundo o pai!
Confiemos e oremos!
Sejamos fortes para com a tempestade que avança o peito...
Toda estação serve como limpeza eterna...
Para que a sonoridade dos pássaros seja a fala do silêncio da alma!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

... Qual o tema?



Passa dia, a noite vem...
Passa as horas, a vida anoitece o peito...
O que fazer com a luz...
Entregar-se a lua?

Cada método interior aflora...
Cada defeito aflora...
Os desejos mundanos, que desejos...
Isso é ruim?

Ora sorria, ora chora...
Oscila a energia do peito...
O cérebro espiritual...
Quem pensa o corpo ou o espírito?

A música acalma...
Faz cama para as ilusões...
Dá gás ao ar interno...
Depressão?

Cada adaptação com a vida, é uma experiência individual.
Não se assuste com o que comentam de você, ainda não se conhece, faz parte se assustar com o desconhecido... se ainda não sabemos quem somos ninguém poderia afirmar algo desconhecido...
Transparecemos o que é verídico, até o mais cético e fechado...
A vida além de poções de coisas é uma poça de energia... alimente-se!

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Dependência nada mais é que carência.


Nos sentimos carentes porque ainda não aprendemos a estar só, a ser sozinho e viver com fé em nós mesmos. Só quem acredita em si e no poder de ser positivo consegue ficar imerso na solidão sorrindo.
Pensamos... desejamos um carinho e um conforto... se Deus não nos permite isso e a vida não nos dá alento é porque precisamos aprender a reverenciar o ''ser sozinho'', estar sozinho jamais terá o mesmo significado que estar isolado. Uma pessoa pode se sentir só em meio de várias, o isolamento é principio de depressão quando repetidas vezes se faz, no entanto '' ser sozinho'' é se achar auto-suficiente, não é afirmação de egocentrismo, todos necessitamos de afetividade social. Lutemos para aprender que a solidão é fortaleza da crença em si próprio. Aproveitamos assim para refletir sobre nós e sobre o que queremos. Busque o que deseja mas antes disso aprenda a ''ser sozinho''!

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Mude sua situação material e espiritual mas não te esqueças que tudo segue o tempo do pai, paciência irmãos!



Um livro que vai passando...
Pode-se escrever nele luz ou escuridão...
E quando as lágrimas caírem é porque o coração está se purificando...
O céu emana os ventos certos no tempo certo...
Em meros esforços doçura não se poderia nos sinalizar...
Sem esforço material, as coisas não poderiam mudar...
E nos espirituais, continuariam sem sair do lugar...
As coisas do espírito são mais importantes...
Cada fase é um aprendizado...
Fase da Cólera, da alegria, cada dor, cada superação...
Aprenda com as dificuldades materiais e de entendimento da vida...
Ninguém evolui rapidamente nesse recinto terrestre...
Meio caminho andando são esforços colaborados...
Faz de tu a imagem de paz em tudo que diz, mesmo com dor emane luz...
Esforce-te também pela melhoria das coisas materiais, cada esforço terreno fará diferença em métodos de superação...
Não se esqueça, todos passamos por dificuldades, todos!
Não te aborreças por ainda ter a imperfeição...
Todos expiam, que seria um de nós o Chico Xavier, coisa rara não é mesmo!
Sem dificuldades não surgiriam o êxito, supere-se!
Siga em frente pensando positivo, Deus não desampara ninguém...
Sejas fortes, o mundo é mesmo duro mas tem grandes trabalho aqui...
O melhor trabalho renumerado; superar os empecilhos...
Abre o coração para provar o mundo e selecionar as coisas antes de se esconder no medo de errar...
Ninguém acerta de primeira, é errando que se aprende!
Que Deus abençoe a todos!


Texto sofreu inspirações espirituais...

domingo, 16 de setembro de 2012

Filósofo meditativo ou paciente ativo?


É um momento de regeneração interior... Nos detemos apenas em nosso dia-a-dia a vida material e esquecemos de nos espiritualizarmos periodicamente. Bom, você poderia dizer que o homem não vive de conceitos e sim do que ganha mas reflita... Se você não conceituasse alguma ideia para avançar na vida econômica não estaria neste palio. A vida é conceito sim, no entanto é agindo que as idéias se dissipam e retornam. O melhor exemplo de espiritualização é o nosso modo de agir, falar e se expressar. Ninguém doutrina ninguém, mas as pessoas  se auto-doutrinam e é no meio social em que vivemos que adquirimos algumas expressões psicológicas. Ainda não cultuamos a reforma íntima, ao invés de termos paciência passiva poderemos ser pacientes ativos; Seja um exemplo de reforma moral!
É uma forma de caridade, até porque será cobrado mais de quem sabe mais: Sei de uma história em quê um filósofo tinha explicações para tudo, ele meditava a vida e estipulava respostas, falava coisas bonitas e caridosas, no entanto o filósofo meditativo era inoperante ao que dizia, vivia no quintal de sua casa meditando a esfera terrestre achando que estava acima de tudo enquanto sua esposa trabalhava para sustentar os três filhos e quando alguém chegava doente, era ela quem cuidava, quando alguém estava com fome, era ela quem dividia seu pouco pão, quando alguém com sede batia na porta, era ela quem dava água, enquanto seu esposo meditava. Então, quem conceitua o certo e o errado, julga e estipula métodos será como o filósofo meditativo mas quem auxilia os necessitados, procura se resignar e lutar nas condições em quê se encontra é quem será o paciente ativo.
E você o que escolhe?



sábado, 15 de setembro de 2012

O que não vai mudar, é ver a vida desta forma...

Uma caixinha que abre portas para o louvor...
A vida que se abre e o prazer se acolhe...
O toque dos pés que contornam as mãos...
A doce caixinha que se abre...
A delicada caixa de desejos que se curva...
E nas notas musicais a dança é o entrelaçar-se...
Caixinha bandida e inoperante...
Ah! Caixinha bela e findável...
Vento pois é passageiro os passos dos pés...
Enraizada nos versos entre-abertos para sentir o gosto...
Normal e puro...
Espiritualizado e com finalidade...
Ah, uma dança musical...
E o sorriso mais largo mesmo no passar do vento...
Vento acolhedor...
Vento de eu te amo...
Vento violento, lento, violento, lento, lento...
Bom, sem poluentes...
Uma risada, uma luz, vento produz...
Flores do Brasil, país, este foi feito na hora...
Em cores, verde e amarelo, lisbelo floral...
Brasil de Carnaval carnal...
Carinhoso e bondoso...
Uma música sensacional...
De gostos...
E assim, entre-abertos em música e em dança...
No colo, uma estação de rádio...
No abraço o enlaço...
E na temperatura avançada...
É um se entregar a sorte!


                                         

domingo, 9 de setembro de 2012

Em busca da pureza...


Dos olhos a música toca ao cair as lágrimas...
Pureza é algo que com esforço deve-se trabalhar para obter...
Sabe, as vezes parece que a maldade tomou conta de tudo...
Mas sabe também, as vezes parece que todos somos bons e nada de maléfico existe...
As vezes inocência magoa a alma...
As vezes a alma para evoluir precisa ser magoada...
A dor é o remédio...
E de tamanha impureza nada como o sofrimento para poder curar feridas tão graves...
O homem não é só tributo do meio mas o meio em que o homem está inserido reflete os tributos de seu interior...
Sendo assim, que as rosas brancas nos envolva e nos fortaleça com seu aroma para podermos evoluir...
Elevar o pensamento!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Para você que por carinho, cuida da árvore!


Alinha-se a mim, me prante como botão de flor pronto...
Me cultive como parte do Universo que pode sair livre para bater asas...
Perdoe-me por tamanha imperfeição que magoa a vida...
Perdão por não ser árvore que produz frutos mas que apenas está criando raízes...
Aceite-me como pouca, na terra fértil que me acolhe...
Aceite meu abraço que segue como triunfo da natureza...
Aceite pois é abraço espiritual, é por inteiro, desapegado na carne...
É de alma e pura sinceridade...
As vezes o vento, os trovões dá medo, no entanto ninguém jamais sentirá tamanho sol após nossa chuva...
Porque é parte de Deus, tratamos ou pelo menos eu me esforço por tratar com naturalidade...
Me acolha... como passagem, tal é como vento, eu sou vento...
Vento que deseja acolher o peito...
Nem que seja por gratidão...
Não é possível afirmar, por falta de raízes ainda firmes que a árvore está nascendo em seu coração...
Ao menos sei o que é amor...
Mas sei que de terra, água e luz a árvore necessita para fazer brotar alegria...
Se for leve, com carinho, bonito e simples, será um prazer nascer em tão firme terra...
Porque flores como eu ainda não conhece naturais perfumes...
Te amo...não importa se com trovões ou até mesmo estéril...
Amo como pessoa, que deseja o bem e todo carinho do mundo...
Obrigada!

sábado, 1 de setembro de 2012

É doçura!



Sem vai e vem...
Compactuando, consolidados...pensando nas ondas do mar...
Não um mar oscilante mas na maré baixa...
O olhar é o gozo...
Porque faz parte da natureza...
Comer, beber, ler juntos significa sexo...
Sim, porque o prazer é além de algo momentâneo...
É compartilhar amor...
É cuidado e não violência, sede para tanta água...
Primeiro, água do mar é salgada...outra, se há tanta água para se banhar mão precisa-se
de ânsia...
É o acariciar do vento nas folhas das árvores...
É a sonoridade da respiração...
É a voz do peito, é luz!
Porque flores envolvem o aroma de paz que é o amor!



E Osho, o que diz?


Os ensinamentos de Osho abrangem todos os setores da vida humana. Aqui falaremos de sua orientação quanto à prática sexual. Ele pregava o sexo tântrico, resumindo-o com essas simples palavras:

"Ao fazer amor, três coisas devem ser lembradas:

A primeira:

Nunca faça amor sem meditar. É importante adquirir um nível mais alto de consciência para o encontro. O casal deve sentar-se, silenciosamente, com uma luz suave, e permanecer sem movimentos, como uma estátua, por 40 minutos. Deve-se buscar a ausência total de pensamentos e a lentidão na respiração até o limite do possível para cada um. Esse exercício prepara o corpo para o amor, para o movimento sutil do prazer. Uma música clássica de fundo ajuda.

A segunda:

A veneração. É fundamental venerar o parceiro e deixar-se venerar por ele. Frente a frente, nus, os parceiros elevam sua admiração um pelo outro, isso porque o sexo tântrico só pode ser praticado entre deuses, e deuses devem ser venerados. Essa fase também deve durar em torno de 40 minutos. Essa atitude deve ser sublime, verdadeira, gestual, simbólica. Podem ser usados perfumes que serão friccionados em pés e mãos, e flores no leito. A humanidade torna-se irrelevante, o nome e o resto, tudo é pura energia.
A terceira:

Durante o amor, não faça, deixe-se fazer por ele. Sem pressa, vagarosamente, faça de seu corpo e do corpo do parceiro um instrumento musical, onde as energias farão fluir a mesma música.

Então, estas três coisas são: jogar a semente, cuidar da planta, e protegê-la, então a flor do tantra nascerá."

sábado, 25 de agosto de 2012

Só!


O peito dói, não é de amor...
O coração palpita, não é de dor...
É luz escondida, tristeza no olhar...
As lágrimas caem, o colo não há...
Afeto não é carência...
Dependência é preciso ter cuidado...
Afeto é coerência...
É delicadeza e sensibilidade...
É acalanto e um nada acusar...
Não é, faça certo, faça assim...
Nem mesmo somos imperfeitos e a vida é assim...
Não é um dizer: Força, calma...
É apenas um abraçar...
Apenas um beijo na testa...
Apenas um cuidado...
Sem depois criticar...
Apenas um apenas...
Amar...
Um mundo tão amplo...
E uma estrada tão solitária...

Vida é Conceito?




As vezes me pergunto, o que é a vida?
Aglomerado de afazeres?
Melhor aglomerado de idéias?
Você já se fez essas perguntas?
Medite comigo...
Sinta o céu, sinta a brisa ao passear na praia, sinta você mesmo, olhe seu âmago, sua alma, sinta o que é
e o que quer ser, não sinta o que quer ter, o ter não é vida...nós temos vida, o carro não, a roupa não...
nem os sapatos  possuem vida, essas coisas mudam, entram e saiam da moda, mudamos?
Sim, é verídico, mudamos mas deixamos de existir? ah, existe a morte! Concordo, no entanto se somos
meras matérias como nossos sapatos o que adianta pensar? Pensamentos não são íons apenas, são fluidos, idéias, sentidos, emoção, força, energia, os sapatos possuem? Então a vida não é só um conceito de buscar e buscar mas de se conhecer!
Curve para si: o que é, o que tem feito aos outros e aprenderá a entender e sentir o que é a vida!
E o melhor, nós podemos contorná-la, basta se esforçar para se sentir como parte da natureza!
Vamos  acordar, não deixe para descobrir o sentido da vida quando você morrer!
Vamos melhorar o mundo antes que o mesmo acabe! Gostaria de saber como?! Basta melhorar a si mesmo!
Viva!

domingo, 19 de agosto de 2012

Vamos aprender a ser um pouco o talo das flores!



Talvez tudo em prol do outro possa trazer felicidade na flor de desalento...
As vezes talos querem ser flores, querem ter perfume, no entanto talos precisam sustentar, está é a função deles...As cores não importa mas a dedicação em ser firme, em indicar direção de crescimento; Caridade!
As vezes talos curam gripes, após morte da espécie, o talo é que fazemos um chá, é dele que curamos feridas e desinflamamos problemas espirituais com banhos na alma...As flores, são belas mas será que todas são cheirosas? Será que duram para sempre, e sem os talos muito menos?! Não importa para que viemos viajar na terra mas o que fazemos e aprendemos nesta viagem... vamos aprender a ser um pouco o talo das flores!

sábado, 18 de agosto de 2012

Desapegue-se!




Fugi...
Fui longe, em grande lugar...
Não sei onde fica, nem um mapa soube me mostrar isso...
Fui bem fundo, dentro do meu coração...
Voei, abri minhas asas...
Sai em busca de um verso, a rima dos sonhos...
Sim, não estava nesta vida material!
As lágrimas desceram e um querer se libertar arrepiou a alma...
Tão farta juventude e tanta vontade de envelhecer...
Tantas coisas materiais para viver...
Evoluir e salientar...
Quantos choros por vir, e grande vontade de amar...
Tanta vontade em um sopro, desalento...
Tanta vontade de viver com coisas menos materiais...
Primeira gota a escarrar, desapegue-se!
Desapegue-se!

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Antes de qualquer realidade é preciso ter um sonho!

Silêncio por favor?!
As vezes o coração precisa de silêncio.
O som do silêncio.
E a voz de um calar...
As vezes o silêncio é uma zuada...
É a alma congestionada ou a saudade do falar...
As vezes é preciso um falar...
Uma busca de compreensão...um acalanto...
Tal acalanto é o silêncio, o momento de reflexão...
Refletindo meditamos, entramos para o nosso vulcão...
As vezes precisamos de um espaço...
Uma natureza sem alucinação...
Até de sonhar, mesmo que seja ilusão...
As vezes é bom voar na nossa imaginação!
Um ficar quietinho, sentindo a sensação...

domingo, 5 de agosto de 2012

Não importa o tempo, o salto pode ser longo mas toda distância será sanada com esforço de chegar ao desejado!

A sociedade é cheia de faces elegantes e formas educadas e viris. A imagem, os gostos, a melhor cultura, as melhores vestes, o melhor perfume, o melhor restaurante, o carro do ano! A hipocrisia no olhar do ofendido que por classe dá um sorriso educadamente e se retira. A comida requer leveza e fineza, coisas modernas. Até se considerar vegetariano está na moda! ...risos... Nossa! Quanto tempo perdemos para chegar no fim da vida e olhar para dentro de nós e amadurecer, como se a juventude fosse curtir, aproveitar do melhor e a  velhice, um repouso de maturidade...pois é na idade idosa que sabemos discernir o bom do ruim, o útil do inútil! Nem sempre! O que é viver para você? Eu bem sei que somos cheios de programinhas na nossa mente do deve e não deve, do que é coerente segundo as convenções, porém já parou para pensar que a empregada pode ser uma pessoa extremamente culta? Sábia? Bondosa? Elegante? Sim, elegante! A elegância não está na roupa mas na maneira de se portar com o outro, exemplo é chegar na casa de alguém e com simplicidade tirar os sapatos para não sujar a casa! Isso é ser elegante porque é ser educado, é ter repeito, humildade de reconhecer que estamos como visitantes, é ser respeitoso! A elegância se refere a humildade e educação! A comida, ela deve ser tratada como presente de Deus, qualquer uma, devemos agradecer, e comer o que gostamos e nos faz bem a saúde! A vida só nos fará viver se nós vivermos perante o que concerne realmente eficaz e útil. Viva! Não guarde sentimentos, mostre-se sincero sem importar se será trapaceado, Claro! Sem magoar pois creio em preceitos mas os de Deus, esses são realmente a única convenção que importa! Viver é procurar aprender com a vida, é se conhecer e se melhorar, é respeitar cada um aqui, rico ou pobre, mal educado ou bem educado, é ser do nosso jeito independente de agradar, porque viver é aprender a conhecer a si próprio além de se melhorar!



Sucesso em ser um pouco você mesmo! Por pequenina Flávia.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

No fundo, sempre tem uma coisa pura neste mundo!

As vezes as flores se cercam de medo do vento pois a delicadeza e sutileza que possuem as fazem temer o desfalecer de suas pétalas.
Em meio aos jardins de flores pérfidas, sempre sobram as naturais e belas...quem sabe a luz do sol e a chuva faça fluir o bom aroma das flores...
A tristeza e o desmatamento do belo ainda não é tão forte...é só olhar para o céu e verificar que ainda existe um mínimo de pureza!




Vamos cultivar o belo em nós! Beijos!

A malícia.



A vida é uma montanha russa e as pessoas com medo de cair ficam sempre umas atrás das outras neste círculo de malícia tentando o equilíbrio. Uns querem chegar primeiro que os outros, acham que estam se divertindo, e que a adrenalina é que motiva a vida.
Mera ilusão! A vida é uma caminhada de bicicleta, é mais firme, necessita de controle na direção para andar, necessita de alguém no comando com estado físico bom. Assim é a vida, pode até ser uma corrida porém a da evolução, o mais capacitado para chegar primeiro é o mais evoluído e quem mais se dedicou e teve vontade de vencer.
Nada adianta vivermos em montanhas russas, é perda de tempo! Ou nos esfoçamos por nós mesmos para melhorar as coisas, sem passar periodicamente pelo outro sondando e competindo ou jamais saberemos o que é viver. E o que é periódico se tornará notório! Ninguém poderá evoluir com desvios de caráter.


Abraços, Flávia.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

A carência...



Ser afetuoso é algo muito bondoso de nossa integridade entretanto ser carente é estar dependente do afeto.
Um cachorro quando se sente só, assim que seu dono chega ele parte pra cima querendo lamber e querendo um carinho. Nós quando recebemos afeto partimos pra cima querendo mais, e passamos a nos sentir tristes quando quem aguardamos não aparece. No entanto não somos cachorros e temos consciência da realidade, não devemos nos aquietar com a solidão. Se sentir carente é bom para nos ensinar a dominar nossos impulsos e a nos conhecer profundamente. Sabendo distinguir o que esperamos do que a vida nos proporciona de melhor é aprender que possuímos o que precisamos. E são muitas coisas; Deus está nos dando carinho quando faz soprar o vento, está nos dando abraço quando a brisa do mar nos aquece, está nos dando sorriso quando o arco íris aparece, e conselhos quando as coisas dão errado para podermos voltar ao início e nos corrigir...não estamos sozinhos. E não se preocupem, o namorado, marido, os amigos irão surgir no momento certo e até lá vamos exercitar a nos auto-suprir...
Se a família ainda não te aquece, abra o coração para os parentes espirituais, tem estranhos que vem até nós mais próximos que os entes queridos. A melhor forma de sanar a carência é se deixar ser carente. Não precisamos negar o que sentimos, ninguém é perfeito! Apenas, sentir e modificar as sensações...melhorá-las!
Seja carente neste minuto e em segundos após aprenda a lidar com a carência! Corrija os pensamentos melancólicos e exercite o positivismo em sua mente!
Boa sorte!

terça-feira, 31 de julho de 2012

Aprenda como se perdoar!

Interessante quando casualmente ao falarmos sobre relacionamentos entre casais admitimos que fazemos tudo que não desejamos. A primeira desculpa é o nosso orgulho, pensamos; se eu der ao outro o que desejo posso me magoar. Temos outros exemplos de falta de amor próprio que é o ciúmes. Ciúmes, jamais será amor e sim egocentrismo abalado porque quem desconfia do outro, ou teme ou a auto-estima está tão baixa a ponto de não se sentir auto-suficiente consigo para com o outro.
Incrível como as novelas, as histórias dos filmes e livros nos parece distantes, quando vivenciamos algo assim, saboreamos uma história, paramos para sonhar, e finalizamos nossa leitura  com  : Ah, como seria bom se fosse assim! Contos de fada não existe mas contos de pessimismo sim!
Parece que não sabemos mais o que é um relacionamento, aliás, não sabemos pois não aprendemos a  nos relacionar com nós mesmos, vivemos em conflito.  A primeira chave para uma bela história de amor é conhecermos nosso próprio coração. Aprender a se perdoar é aprender a amar a nós nos dando chances de fazer  relacionamentos belas experiências.
Aprenda a não esperar nada da vida e nem do parceiro e apenas a doar e doar...

Viver e aprender!


Um olhar sonhador que solicita  a paz mundial...
Cada dia que se passa é um gravador instalado...
As mãos e emoções não se contentam com o dia...
Aprender a ver quem somos sem medo...
Em cada espectativa de ser humano...
Não deixar de crer que dentro, no âmago amargo existe mel...
Buscar se satisfazer com tudo...
Tirar proveito das situações..
Não se acomodar com o que for incômodo...
Apenas como crianças...
Viver e aprender!

Olhe pro céu..

Que a paz de Deus nos guie como fortaleza amigável.
Que o céu de ternura possamos olhar todos os dias para nos libertarmos do orgulho.
Que possamos sentir a vida como oportunidade de reconciliar-nos com quem magoamos.
Que o pai tão bondoso nos dê força para orar internamente e se melhorar pendendo ao exterior.
Que a piedade de Deus é tão grande que tão pequeninos somos e ainda assim temos oportunidade de corrigir nossos erros.
Que pela luz celestial os anjos nos ouçam para clamar conosco pela paz e harmonia com o bem!
Que Deus nos abençoe...Na luz que guia, que o pai tenha misericordia de nós!
Que o amor reine...
Olhemos para o céu...



segunda-feira, 30 de julho de 2012

Estamos na terra para nos corrigir e perdoar, sendo assim não perca tempo!





Guardarmos quinquilharias sem sentido, Deus pregou o perdão.
Guardamos rancor sem sentido, Deus pregou a compreensão.
Guardamos mágoa sem sentido, Deus ensinou a tolerar.
Guardamos ódio sem sentido, Deus ensinou a amar.

Não perca tempo, perdoe.
Não perca tempo, tente compreender.
Não perca tempo, tolere.
Não perca tempo, ame.

domingo, 29 de julho de 2012

Ulalaar...


Ah reverências! surpreende cor do céu!
Ditas ó céus... dita para mim um lar..
Lar, enlace a alma...
ó florescer, ocorra, desabroche rosa dentro de mim!
ó, moça, mocinha de Jesus... dai-me teus braços para propor uma dança!
ó céus, dai-me forças para segurar tanta vontade...
Faça de mim jovem forte e sagaz!
ó senhor! faça de mim suficiente para um beijo 
Cristo, Cristinho, cuida de teu filho fazendo
que o amor pai, reine e na cúpula do meu ser, eu possa 
esbanjar sentimentos!
Façai de mim Deus um homem!

Libre!

Ame, se entregue desmedidamente, prudência quer dizer se entregar pois o amor não se acanha, o amor é puro e se entrega a vida. Ser prudente é medo de sentir saudade, de não controlar o que pode surgir.
As pedras dos nossos pensamentos nada mais são que orgulho ferido.
É preciso oportunizar-se, a liberdade está justamente  quem deixar-se levar, pela vida, pelo coração, só assim poderíamos saber o que é prudência, o que é ter experiência, o que é realizar-se.
As coisas acontecem naturalmente, bem verdade entretanto independente de ser certo ou errado está ocorrendo e deve respeito. Devemos respeito pelos nossos desejos, claro tudo é relativo. Para quem sempre viveu de forma sem forma... nunca experimentou incubar coisas que podem ser especiais e saudáveis por orgulho... se entreguem a vida, sem medo de se machucar, pensando positivo e calculando o que realmente é útil em tudo que vivemos. Não é amar desmedidamente se levar pelos instintos mas deixar o coração livre,aberto para o desconhecido.
Se não for desta forma nunca iremos viver, sentir...
As coisas só nos darão prazer se estivemos dispostos a sentir prazer...
Oportunize coisas novas, a vida é cheia de maldade, bem sabemos porém a maldade existe porque também a atraímos... é preciso saborear diversas cores, sabores...
Não é fazer surgir o que ainda não se formou mas ir por caminhos desconhecidos... Quem muito espera, nada tem... Bússolas não existe, sendo assim, as descobertas... elas precisam nos conduzir as experiências...
Ser jovem é desapegar-se do seguro, de mapas e bússolas... é experimentar, se for azedo, exclua mas experimente, a vida está prontinha inventando coisas novas para que possamos aproveitar um pouco dela...
Sem timidez, sem rigidez, sejamos nós mesmos!
Sem medo dos defeitos, da ingenuidade... o positivismo serve justamente para quando situações desagradáveis surgirem estarmos preparados, isso também é um experimentar...
Sejam Felizes!

sábado, 28 de julho de 2012

5 a Seco em "Faça desse drama" no Estúdio Showlivre



Eles não são lindos? risos, apaixonada! alguém me ensina a tocar violão?

5 a Seco em "Pra você dar o nome" no Estúdio Showlivre


Música linda! rs se deliciem!

Cada gota que recebo, estremece a alma, que seja real!

Quem sabe o real se aproxima, a satisfação se incuba?
Quem sabe desventura-se, na aventura de criança?
Quem sabe num deleite, um afã de solidão?
Quem sabe nos olhos as marcas do coração?
Quem sabe aconteça se for para acontecer?
Quem amanheça, em braços a mover?
Ah, quem sabe, no saber interior que eu goste de você?
Contanto que seja para viver!

Tolerando a ânsia...

Só aguardando, remando na Arca da consciência.
Sem abstinência e nem contra aproximação...
É notório o hálito da indecisão...
Mas é preciso votos de confiança para água abaixo as coisas não morrerem...
Concretizar com esperança a doçura do querer...
Aguardando para o peito soltar feito ave a mover...
Assim, meio na confusão porém prestes a viver...
Aguardando na melodia, com muita vontade de ouvir...
A música que toca a alma e o beijo do sentir!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

No ébrio do sonhar!

Um verso canalizado, um sonhar desmedido no pulsar da elegância e simplicidade dos sentidos.
Em cada gesto de ternura, na suavidade da voz, desejo de brancura, na vivacidade dos olhos...
Quando palidez envolve silhueta e repartição começa a olhar...
No ser mulher da renascença, talvez sonho seja apenas palpitar...
No chapéu do sono de criança... no balanço dos pés... a reverência que encanta, sem ao menos um
enamorar... vigília sem sentimentos... 
Desejo do tocar...
Na maciez do colo, desejos afagar...
Mas silhuetas se recolhem, conjunto de sutilezas, na pureza de ingênua... talvez seja sua grandeza!
No ébrio do sonhar!

O incomum para um é comum para uns!

Oportunizar coisas reais! é um desejo imenso, simples, para muitos é algo bobo, outros acham perda de tempo mas para alguns como quem fala... és lúdico, terno e deve ser especial, real principalmente e palpável! Ah! palpável porque os olhos precisam se encontrar, as mãos do toque e as energias se compactuarem ao universo... deve ser simples e natural...deve ser bondoso e religioso... deve ser romântico, prodigioso, desapegado a matéria. Conectado com Deus.... Deve ser, um dia será?... Basta tentar, basta esperar o comum que de incomum se procede...

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Maturidade é realidade!

É intermitente, a levante aventuras!
Não, aventuras não sucedem o ser!
Ser puro, com puro coração!
Mãos a frente, na guerra da realidade!
Pés no chão, enfrentar sociedade!
Cada coisa a seu tempo...
No seu turno e indecisão.
Medo, sim!?
Medo não?!
Realidade, pés ao chão... pé no chão... pés no chão...
Vida concreta, coisas concretas!
Sinceridade faz o coração...
Assim no colinho do sonhar... primeiro um  beijo, dedicação, após um abraço e uma aliança e almas se alinham... pureza! Pureza de sensação... tem que ser franco, doce e leve... sensível, doação!
O tempo mostra e não força.
Pureza!
Pés ao chão!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

É só sentir...

É só fechar os olhos e sentir.
O vento é como a vida, as vezes frio, as vezes quente e cada gesto ao vento é um tentar se propor diversidades de direções...
A vida é como um vento, é preciso saborear cada estação sem apego!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Queria me enjoar de você!

Vamos ser nós mesmos!
Ser o que sentimos, nossa essência, nossa vestimenta e lutar para o que desejamos ser e realizar!
Vamos cantar, crescer, fazer música, amar, desmedidamente se corrigir...
Vamos existir, nos sentir, procurar fazer amigos e aceitar cada um na sua forma...
Não só fazer Psicologia ou Engenharia mas sermos engenheiros de nossos sonhos psicológicos!

Reticências...